Guia Completo – descubra tudo sobre Testosterona

testestorona fórmula

A Testosterona é um hormônio esteroide andrógeno, ou seja, são moléculas produzidas pelo organismo de vários animais, como mamíferos, aves e répteis, que estão ligados a um grupo de compostos solúveis em gordura e é classificado como um hormônio especificamente masculino, porém também pode ser encontrado em menores quantidades no organismo feminino.

Nos homens, a Testosterona é produzida a partir dos testículos e nas mulheres, elas são geradas pelos ovários. As quantidades fabricadas por homens, desse hormônio, são aproximadamente 10 vezes maiores do que os valores que as mulheres apresentam, sendo assim comumente reconhecida como o hormônio masculino.

Os homens tem uma produção de Testosterona diária 20 vezes maior do que em mulheres, no entanto, o seu consumo metabólico é superior a esses números. Enquanto as mulheres também tem um hormônio predominantemente no seu corpo, conhecido como Progesterona, que também pode ser encontrado em organismos masculinos, no entanto, em menores quantidades.

testosterona massa

A Testosterona está ligada diretamente ao desenvolvimento dos tecidos reprodutores dos homens, como a próstata e o testículo, local onde se produz este hormônio, que é responsável por fornecer as principais características masculinas como crescimento de massa muscular e sua definição, engrossamento da voz, estatura, crescimento de pelos no corpo como, por exemplo, a barba, além de manter os níveis equilibrados de libido e prevenir doenças como osteoporose.

Portanto, a Testosterona é considerada um esteroide anabolizante e é o principal hormônio sexual masculino, bem como se faz essencial estar em equilíbrio no corpo humano para a manutenção da saúde, bem estar e bom desenvolvimento sexual.

Testosterona Total e Testosterona Livre:

Há, no corpo humano, diferentes formas de Testosterona, são elas:

  • Testosterona ligada ao SHBG – Sex Hormone Binding Globulin
  • Testosterona ligada à Albumina – proteína que compõe o plasma sanguíneo.
  • Testosterona Livre – atuante nas funções sexuais, massa muscular e emagrecimento.

A Testosterona Total é justamente a combinação destas formas diferentes de Testosterona encontradas no organismo.

A Testosterona SHBG e a que está ligada à Albumina não estão disponíveis diretamente no corpo, sendo necessário para a sua liberação, ações do hipotálamo, que é uma região do cérebro onde estão concentradas importantes atividades de órgãos viscerais. Essas duas formas formam uma espécie de reserva que são liberadas de acordo com a necessidade do organismo.

homem musculosoA Testosterona Livre está presente em todo o corpo humano, como dito anteriormente, em maior concentração em homens do que nas mulheres. Elas são acionadas de imediato quando o corpo precisa sintetizá-la. Como ela está ligada intimamente ao aumento de massa muscular, energia, emagrecimento e apetite sexual, foram criadas muitas formas de elevar essas características, pois, apesar de ser um hormônio importante para o funcionamento do corpo humano, a Testosterona Livre representa somente 1% a 2% de concentração no organismo.

Portanto, quem deseja impulsionar e potencializar essas características da Testosterona Livre, acabam por usar substâncias sintéticas conhecidas como anabolizantes, que podem ter fortes efeitos colaterais ou suplementação natural onde é possível encontrar elementos que estimulam a produção de Testosterona de forma natural através do Boro, Zinco e Magnésio.

Anabolizantes e Suplementos Naturais que aumentam a Testosterona:

Essas são duas formas externas de introduzir Testosterona no corpo, mas para entender melhor como esses componentes agem, é preciso saber o que significa metabolismo, anabolismo e catabolismo:

O que é metabolismo, anabolismo e catabolismo?

catabolismo-anabolismo

Metabolismo é um processo químico que ocorre em qualquer organismo vivo e é uma importante atividade do corpo humano porque está ligado às transformações energéticas que ocorrem nas células do corpo. É por causa do metabolismo que o corpo cresce, se reproduz e se regenera.

Relacionados ao peso, sexo e idade, o metabolismo pode ser mais rápido ou lento, dependendo desses fatores. Mas, é o responsável por administrar a energia do organismo, sendo assim, qualquer atividade realizada como dormir, comer, respirar, realizar exercícios físicos, ocorre o gasto de energia. No entanto, para indivíduos que estão com sobrepeso, para que o metabolismo ajude a perder calorias, se faz necessário introduzir fontes de energia no corpo para que o metabolismo acelere ainda mais e faça o corpo perder peso. Exercícios físicos são um bom exemplo de fonte de energia que faz o metabolismo acelerar.

Anabolismo é a sucessão de reações químicas, a partir de energia, que constroem ou sintetizam compostos que são essenciais para fazer o corpo humano se sustentar e crescer. Para que isso ocorra, se faz necessário obter nutrientes do meio externo que são fontes de energias onde as células trabalham para construir blocos de moléculas que se transformam em novos materiais maiores provenientes desses nutrientes.

São exemplos de hormônios anabólicos: a Testosterona, O IGF1, a insulina, o estrógeno e o hormônio do crescimento.

Catabolismo é justamente o contrário do Anabolismo, pois o corpo entra em estado catabólico todas as vezes que as energias saem do corpo, onde as funções do metabolismo quebram os nutrientes e isso ocorre para que o corpo tenha a capacidade de construir e aumentar tecidos e músculos. Todas as vezes que uma pessoa acaba de realizar exercícios físicos, hormônios são liberados e realizam esse processo de Catabolismo, no entanto, esse processo pode cortar os ganhos musculares. Como se trata de um processo natural, quem deseja manter e aumentar a sua musculatura, se faz necessário realizar uma suplementação pós treinos.

Tanto o metabolismo, anabolismo e catabolismo agem de forma natural pelo organismo de homens e mulheres e isso ocorre para que o corpo humano se mantenha saudável e com energia necessária para sustentar os tecidos, células e musculatura.

Anabolizantes:

anabolizantesOs anabolizantes são produtos sintéticos, ou seja, produzidos em laboratórios, onde os elementos anabólicos como a Testosterona, IGF1, insulina, estrógeno e hormônio do crescimento são ministrados a fim de produzir medicamentos que são capazes de amenizar ou curar as deficiências desses hormônios em algumas pessoas. Ou seja, os anabolizantes foram criados para servir de medicamentos para as pessoas que sofrem com o desequilíbrio desses hormônios especificados acima. Alguns destes grupos são pessoas com problemas de crescimento, portadoras do vírus da AIDS, quem tem anemia em sua forma grave, pessoas com problemas respiratórios, diabéticos ou homens e mulheres que estão passando pela andropausa e menopausa, respectivamente.

Tanto que esses medicamentos só podem ser comprados em farmácias por pessoas que tem receitas prescritas por um médico especialista. São exemplos desse tipo de medicação anabólica: Nebido, Hemogenin, Propionato de Testosterona, Trembolona, Anabol, Halotestin, Laurabolin, Primobolan, Testogar, Somatropina, Clenbuterol, Estanozolol, Deca Durabolin, entre outros.

Efeitos Colaterais dos anabolizantes:

Como todos os medicamentos, estes também possuem efeitos colaterais e que em grande maioria são reações graves e que podem desenvolver doenças como câncer de próstata, ginecomastia (aumento das glândulas mamárias), doenças hepatológicas, impotência sexual, atrofia dos testículos, aumento da oleosidade no corpo, sudorese, vômitos, enjoos, alargamento da próstata, infertilidade, queda de cabelos, problemas nos rins, entre outros.

Anabolizantes com variações de hormônio da Testesterona:

Durateston, Textex, Duratestoland, Testoland, Nebido, Parabolan, são alguns exemplos de anabolizantes que possuem variações de Testosterona. Geralmente mulheres não usam esse tipo de droga porque causam efeitos masculinizantes como engrossamento da voz, crescimento de pelos, aumento do clitóris e também desregulam a menstruação e potencializam as características da TPM (aumentando a irritabilidade) e também podem causar sintomas de depressão.

Em homens, os anabolizantes com variações de Testosterona fornecem benefícios como aumento drástico de massa muscular, definição e perda de gordura abdominal. No entanto, seus efeitos colaterais também devem ser levados em consideração. Esses tipos de anabolizantes foram criados para ajudar pessoas que estão com desequilíbrio de Testosterona no corpo, como é o caso de homens que estão entrando na andropausa e sofrem de DAEM – Distúrbio Androgênico do Envelhecimento Masculino.

Portanto, somente pacientes com receitas podem comprar esse tipo de medicação. Contudo, fisiculturistas, atletas e praticantes de exercícios de uma forma geral, conseguem anabolizantes através do mercado negro, que é uma prática ilegal e criminosa.

O uso de anabolizantes para fins estéticos:

Sexy fit blond woman measure hand male muscular. Standing together isolated over black background

A partir da década de 70 houve um crescimento desordenado de pessoas que passaram a comprar anabolizantes para fins estéticos, isto é: atletas, esportistas, fisiculturistas, body buildings e pessoas que gostam de praticar exercícios físicos, começaram a usar estas drogas para aumentar a massa muscular magra, perder gordura localizada e definir a musculatura.

É importante salientar que grande parte dos anabolizantes realmente faz o efeito esperado, entretanto a um preço muito alto por conta dos riscos com os efeitos colaterais. Muitas substâncias, usadas por esse grupo de pessoas, são fabricadas para uso veterinário e isso aumenta ainda mais a probabilidade dos efeitos negativos acontecerem.

Além disso, como este é o tipo de medicamento desenvolvido para tratar enfermidades, nenhuma dessas pessoas, saudáveis, poderiam comprá-los normalmente na farmácia. E então foi por isso que em paralelo também foi criado o mercado negro para esse tipo de mercadoria, onde pessoas compram de fora do país e vendem ilegalmente no Brasil, sem receitas e prescrições. Há casos de pequenos laboratórios clandestinos fabricarem as substâncias também e isso oferece ainda um problema maior, já que não existe nenhuma segurança na fabricação destes anabolizantes. Descubra aqui o segredo da Fórmula do Homem Super Saudável.

Tudo isso leva aos seguintes questionamentos: Até que ponto usar anabolizantes para fins estéticos é seguro? Será que realmente vale a pena, em nome da beleza, correr riscos irreparáveis?

Suplementos Naturais:

suplementos naturais

Décadas depois foram criados os suplementos naturais que tem uma proposta bastante diferente dos anabolizantes. Esses são produtos fabricados em laboratórios certificados, são aprovados, testados e comprovados por especialistas e tem o poder de estimular o organismo a produzir mais hormônios.

Existem vários tipos de suplementos diferentes que estimulam hormônios como a Testosterona e HGH (Hormônio do Crescimento) e eles são seguros porque a sua fórmula foi desenvolvida com elementos naturais que tem a capacidade de fazer com que o organismo consiga produzir mais esses hormônios, de forma natural, para que haja também o aumento de massa muscular, definição da musculatura, bem como a perda calórica.

Bons exemplos de suplementos desse tipo são: Somatrodol que estimula o HGH e o Testomaster, Xtrasize, Tribulus Terrestris e Fator Max que estimulam a Testosterona.

Esses tipos de produtos são aprovados pela ANVISA e não oferecem riscos com efeitos colaterais, justamente porque eles têm um viés diferenciado dos anabolizantes, apesar de ter o mesmo fim, eles são compostos por muitos elementos naturais, dentre eles, os principais que ajudam a estimular os hormônios em questão, que são o Zinco, Boro e Magnésio.

  •  Zinco: este é um mineral que eleva a Testosterona, a di-hidrotestosterona (DHT), favorece a qualidade do esperma e diminui o nível de estrógeno.
  • Boro: de acordo com pesquisas, 10mg de Boro diários aumentam 28% dos níveis de Testosterona Livre.
  • Magnésio: segundo pesquisas, 1g de magnésio por dia tem a capacidade de elevar em 24% a Testosterona Livre.

Geralmente esses suplementos são fabricados em cápsulas e são desenvolvidos com um combinado desses elementos acima, além de outros como: Vitaminas do Complexo B, Maca Peruana, Cacau, Guaraná e Açaí. Que ajudam a manter o corpo com os níveis de energias estáveis, auxilia a regeneração dos músculos pós os treinos e beneficiam a saúde, fazendo a manutenção do sistema imunológico e também aumentam a libido e são altamente afrodisíacos.

Ao contrário dos anabolizantes, os suplementos naturais não requerem receitas para serem comprados e não possuem contraindicações, sendo assim, pessoas com problemas de diabetes e cardiopatas estão livres para fazer o uso, já que este é o tipo de produto que não tem efeitos colaterais e nem reações adversas.

O que os nutricionistas dizem sobre os suplementos naturais que aumentam a Testosterona?

nutrição suplementos

Este foi um verdadeiro boom no mercado fitness porque ajudou muito as pessoas a terem o corpo magro, musculoso e bem definido sem ter que recorrer a práticas perigosas. Muitos nutricionistas costumam recomendar o uso de suplementos juntamente com as a dietas para que o indivíduo aumente as chances de chegar em seu objetivo mais rapidamente.

Sendo assim, especialistas e nutricionistas aprovam a prática do uso contínuo de suplementos naturais para quem deseja aumentar a massa muscular, emagrecer e manter um corpo saudável e esteticamente bonito.

Para quem é indicado o uso de Testosterona sintética e Testosterona natural?

Podemos concluir que tanto os anabolizantes e os suplementos naturais feitos a partir de Testosterona, proporcionam o crescimento muscular, definem a musculatura e auxiliam na aceleração do metabolismo, fazendo com que o corpo elimine as calorias extras. Mas, eles foram desenvolvidos para grupos diferentes de pessoas, podendo ser classificados desta forma:

 Testosterona sintética ou anabolizantes:

É indicado para pessoas que sofrem com distúrbios originados pela deficiência do hormônio Testosterona no corpo. Homens com DAEM – Distúrbio Androgênico do Envelhecimento Masculino, problemas no crescimento, portadores de doenças imunoinsuficientes como o vírus HIV, pacientes com diabetes ou anemia. No entanto, pessoas saudáveis que querem, apenas por um fator estético, aumentar os músculos e emagrecer passaram a fazer o uso dessas substâncias, porém a sociedade médica não recomenda essa prática.

Testosterona natural ou suplementos naturais:

É indicado para qualquer pessoa, sem restrições, que desejam, por fatores estéticos, aumentar a massa muscular, definir a musculatura e emagrecer. Por não oferecerem risco à saúde e não terem efeitos colaterais, estes suplementos não tem restrição médica, podem ser comprados sem receitas e, por sua vez, não curam doenças, mas auxiliam a estimular hormônios como a Testosterona, a serem produzidos pelo organismo do indivíduo que faz o uso.

 O que acontece no organismo quando o nível de testosterona está desequilibrado?

Testosterona em excesso: 

testosterona em alta

Quando este hormônio está em desalinho no corpo humano e se encontra em excesso pelo mesmo, pode ser que haja problemas com irritabilidade, insônia e outros tipos de efeitos que serão descritos abaixo. Geralmente quando este hormônio está em alta, provavelmente a pessoa usou anabolizantes e isso pode causar os efeitos colaterais relatados acima, além de gordura no fígado, colesterol alto e aumento da pressão arterial.

Alta de Testosterona em homens:

Contudo, há fatores ligados a alguns tipos de doenças como câncer no testículo, câncer suprarrenal, hipertireoidismo ou no homem que está na fase da puberdade, que podem alterar o nível de Testosterona, fazendo com que ele esteja em maior quantidade no organismo.

No geral, o aumento desse hormônio no corpo, além dos efeitos colaterais descritos ao longo deste artigo, podem também desenvolver sintomas de irritabilidade, aumento da temperatura corporal, insônia e estresse. Fórmula do Homem Super Saudável poderá resolver os problemas ligados ao desequilíbrio hormonal.

Alta de Testosterona em mulheres:

Além das reações causadas por uso de anabolizantes, a Testosterona quando está em excesso no corpo feminino, devido a desequilíbrio hormonal, também pode causar pele oleosa, crescimento de pelos no corpo, ausência de menstruação, aumento do clitóris, da transpiração e acnes, mudança de voz, podendo ficar mais grossa. Em mulheres, a Testosterona elevada pode estar relacionada a problemas de ovários policísticos, infertilidade e câncer de ovário.

Testosterona em baixa: 

Baixa de Testosterona em homens:

Quando os homens estão sofrendo com a baixa deste hormônio no corpo, pode ser que eles tenham as seguintes características negativas:

efeitos testosterona baixa

  • Falta de libido e precário desempenho sexual.
  • Disfunção erétil e ejaculação precoce.
  • Depressão e diminuição da massa muscular.
  • Probabilidade de engordar e aumentar o tecido adiposo.
  • Diminuição do crescimento de pelos como a barba.
  • Queda de cabelos e crescimento das mamas.
  • Osteoporose e propensão à infertilidade.

Esses são tipos de sintomas podem acontecer de acordo com o envelhecimento dos homens, bem como fatores externos como tabagismo, álcool, obesidade, fatores genéticos e diabetes.

Baixa de Testosterona em mulheres:

A pesar dos sintomas serem menos graves, mulheres também podem ter problemas com a Testosterona em menor quantidade que o normal. Mesmo que a taxa desse hormônio já seja baixo em pessoas do sexo feminino, quando eles estão menores ainda, podem acarretar experiências com disfunção sexual.

baixa testosterona

De acordo com pesquisa realizada Universidade Federal de Minas Gerais, a UFMG, das 60 mulheres que foram estudadas, entre 18 e 44 anos, que relataram sofrer problemas com disfunção sexual, 75% delas apresentaram baixos níveis de Testosterona no organismo.  O que leva a crer que há relação entre disfunção sexual em mulheres e baixa de Testosterona.

A disfunção sexual em mulheres é a incapacidade de elas terem relações sexuais satisfatórias, onde o cansaço, estresse, pouca sintonia com o parceiro, uso constante de anticoncepcionais e falta de orgasmo são fatores de risco.

Como saber se a testosterona está alterada?

Além da apresentação dos sintomas citados acima, é possível realizar um exame de sangue para contabilizar a quantidade de Testosterona no corpo. Quando os níveis estão equilibrados no organismo masculino, a quantidade total deste hormônio varia de 240ª 820ng/dL e em mulheres, quando está tudo certo, a taxa deve ser menor do que 100 ng/dL, mas não muito mais abaixo do que isto.

Como tratar a testosterona alterada?

Quem sofre com problemas hormonais causados pelo o excesso ou baixa de Testosterona no corpo, podem recorrer a tratamentos realizados por médicos especialistas. Ele vai receitar, de acordo com o caso, medicamentos à base de hormônios, os anabolizantes, para tratar os sintomas.

Valores de Referência da Testosterona em Humanos:

Valores de referência médios considerados dentro da normalidade em homens e mulheres:

Testosterona Total (Referência de Níveis de Testosterona em Homens):

0 a 5 meses: 75-400 ng/dL

6 meses a 9 anos: < 7-20 ng/dL

10 a 11 anos: < 7-130 ng/dL

12 a 13 anos: < 7-800 ng/dL

14 anos: < 7-1.200 ng/dL

15 a 16 anos: 100-1.200 ng/dL

17 a 18 anos: 300-1.200 ng/dL

19 anos acima: 240-950 ng/dL

Testosterona Total  (Referência de Níveis de Testosterona em Mulheres):

0 a 5 meses: 20-80 ng/dL

6 meses a 9 anos: < 7-20 ng/dL

10 a 11 anos: < 7-44 ng/dL

12 a 16 anos: < 7-75 ng/dL

17 a 18 anos: 20-75 ng/dL

19 anos acima: 8-60 ng/dL

Testosterona Livre

Homens: 9 a 30 ng/dL

Mulheres: 0.3 a 1,9 ng/dL

Observação: os valores de referência não foram estabelecidos para pacientes com menos de 16 anos de idade.

Testosterona Biodisponível

Homens (Até os 19 anos: valores não estabelecidos):

20 a 29 anos: 83-257 ng/dL

30 a 39 anos: 72-235 ng/dL

40 a 49 anos: 61-213 ng/dL

50 a 59 anos: 50-190 ng/dL

60 a 69 anos: 40-168 ng/dL

70 anos ou mais: não estabelecido

Mulheres (não-ooforectomizadas e até os 19 anos: valores não estabelecidos):

20 a 50 anos (em estrogênio oral): 0.8-4,0 ng/dL

20 a 50 anos (não em estrogênio oral): 0,8-10 ng/dL

50 anos ou mais: não estabelecidos

Benefícios de estar com a testosterona equilibrada:

Em homens:

 

  • Desempenho sexual normalizado.
  • Ereções eficazes, firmes e duradouras.
  • Sem riscos de impotência sexual.
  • Sem problemas ejaculação precoce constante.
  • Indivíduos saudáveis, sem obesidade.
  • Prevenção do câncer de próstata.
  • Níveis normais de pressão arterial e colesterol.
  • Não há propensão à infertilidade.
  • Libido ou apetite sexual regulado.
  • Prevenção da osteoporose e queda de cabelos.

 

Em mulheres:

 

  • Sem problemas com disfunção sexual.
  • Auxílio à regulação da menstruação.
  • Menor propensão à Tensão Pré Menstrual.
  • Sem alteração de voz e nem problemas com acnes.
  • Não há indícios de aumento de clitóris.

 

Alimentos que podem ajudar a aumentar a testosterona:

alimentos testosterona

Pensando em todas as pessoas que desejam encontrar uma forma natural de aumentar a produção de Testosterona, este guia vai te ensinar a encontrar alimentos que podem ser muito importantes durante este processo.

Se você malha e quer fazer os seus músculos crescerem e não quer correr os riscos que os anabolizantes oferecem, então saiba que você tem fontes alimentares, oriundas da natureza que podem ajudar a obter bons resultados como: perda calórica, aceleração do metabolismo, ganho de massa muscular magra e definição de músculos. Além disso, eles são capazes de aumentar a Testosterona, quando estão em baixa no organismo.

Esses alimentos também promovem mais energia, auxiliam no que tange a capacidade de memorização, aumentam o apetite sexual e também desenvolvem mais disposição ao desempenho sexual. Mas, vale lembrar que esses alimentos, apesar de serem complementos muito importantes na dieta de qualquer pessoa que pratica exercícios físicos, eles sozinhos não vão causar efeitos muito potentes. Eles agem muito bem quando estão ligados a algum tipo de suplementação natural.

Portanto, é de extrema importância procurar um nutricionista para avaliar o seu caso. Somente ele vai saber combinar os alimentos certos com a suplementação natural adequada para que você tenha os resultados que deseja.

Mesmo assim, esses alimentos vão ajudar muito na produção do hormônio Testosterona e é uma prática muito recomendada por médicos de todo o mundo. Uma alimentação saudável é base para qualquer pessoa que decide começar a malhar na academia ou treinar lutas, correr, entre outros tipos de exercícios físicos. São elas:

Carnes magras: 

carnes magras

Fonte de proteínas essenciais para o corpo humano, as carnes magras são vastamente difundidas em qualquer dieta nutricional. Isto porque elas são fonte de Zinco, tem baixas taxas de gorduras saturadas e isso é um fator importante para quem quer sintetizar a Testosterona e obter um processo anabólico natural.

Exemplos de carnes magras: filé mignon, fraldinha, baby beef, alcatra e maminha, peito de frango e peixes. Para as carnes bovinas, dê preferência por não comer as capas de gordura. Peixes e frangos grelhados são uma boa opção, eles tem menos calorias e são saborosos.

Ovos:

ovosSabia que aquela história, de tão antiga que é, já quase virou um bordão: “Homem que não está funcionando na cama tem que tomar gemada” é a pura realidade? Pois é…. Os mais velhos costumam dizer isso porque, assim como as carnes magras, os ovos são fonte riquíssima de proteínas e por isso mesmo que se tornam indispensáveis na dieta de qualquer pessoa que quer ter músculos e aumentar a Testosterona.

Além de serem ricos em proteínas, os ovos também contém o colesterol bom, que são as gorduras saudáveis, que são importantíssimas para a manutenção da nossa saúde e que auxiliam muito na produção do hormônio Testosterona.

Frutas:

frutasExtremamente importantes para o corpo humano, as frutas são ótimas pedidas para quem vai começar a praticar exercícios, além de vitamínicas, elas são capazes de regenerar a musculatura após os treinos, algumas como melancia, banana e maçã são muito ricas em Zinco, que é um dos principais elementos que fazem a Testosterona aumentar.

Outros bons exemplos são maracujá, tomate, limão, laranja, morango, acerola, pois tem uma grande concentração de Vitamina C e isto é um importante fator no processo de produção hormonal, além de ser muito benéfico para o corpo cuidar do sistema imunológico. Todas elas vão ajudar a sintetizar a Testosterona.

Gorduras saudáveis:

azeitesExistem alguns tipos de gorduras que são benéficas e saudáveis para o organismo. São elas: nozes, castanhas, azeitonas, azeites, linhaças, amêndoas, óleo de canola, óleo de soja, óleo de coco e óleo de girassol. As gorduras saudáveis são ingredientes ricos e importantes na dieta de pessoas que querem aumentar a massa muscular magra e devem ser consumidos em grande quantidade para aumentar a Testosterona no corpo do homem.

Legumes e verduras:

legumes e verdurasA batata doce é um dos principais alimentos para aumentar a massa corporal. Este legume é vastamente usado entre atletas, fisiculturistas, body buildings e todas as pessoas que querem ter crescimento muscular. Além da batata doce, a abóbora, brócolis, repolho, couve e pimentão são vegetais super indicados para os homens que querem aumentar a Testosterona no organismo, pois eles contribuem para que as taxas de estrogênio, que são os hormônios femininos, diminuam e isso evita o acúmulo de gordura que é um dos principais inimigos de quem quer ganhar músculos.

Então para você não sair prejudicado no seu projeto de crescimento muscular, repense a sua dieta e inclua esses alimentos na sua vida.

Feijão:

feijãoE por último, porém não menos importante, vamos falar do feijão. Você sabia que este vegetal tem uma grande concentração de Zinco em sua composição? E o Zinco, como dito anteriormente, é um dos mais importantes elementos para quem quer aumentar a Testosterona de forma saudável.

O feijão tem muitas proteínas, fibras e pouca gordura, fazendo dele um alimento amigo da saúde, excelente para o processo de aumento deste hormônio andrógeno.

Testosterona: um hormônio vital para o bom funcionamento do corpo humano

homem testosteronaComo pudemos ver neste guia, a Testosterona é um importante hormônio tanto para homens quanto para mulheres. E é exatamente por isso que ele foi estudado, pesquisado e transformado em medicamentos para ajudar a pessoas que realmente precisam estabilizar as taxas hormonais no corpo.

Como vimos, a Testosterona é um hormônio natural produzido pelo corpo humano, mas também tem suas formas sintéticas que servem para tratar enfermidades e a sua forma de suplementação natural, que é a mais indicada para quem deseja ter uma aparência esteticamente mais bonita, como aumento de massa muscular, sem interferir na saúde.

Também vimos que, em nome da beleza, muitas pessoas acabam comprando esses medicamentos no mercado negro, a fim de potencializar os ganhos de massa muscular, definição e emagrecimento, através da produção potencializada do hormônio da Testosterona, bem como outros tipos de hormônio. E concluímos que esse tipo de prática, além de ilegal, coloca a sua saúde em risco devido a gama de efeitos colaterais que podem ocorrer.

Entendemos melhor como o corpo, tanto masculino, quanto feminino, reage às altas e baixas da Testosterona no organismo, bem como são as formas de tratamento para quem está passando por problemas com o desequilíbrio deste hormônio. Oferecemos a você uma tabela com valores de referências ricas e informativas para que possam ser analisadas.

Além disso, também relacionamos quais são os tipos de alimentos que podem ter grande concentração de elementos que podem ajudar na produção de Testosterona no corpo, a fim de mostrar uma solução tão saudável quando os suplementos naturais, para pessoas que querem aumentar a massa muscular e ter definição de músculos, assim como emagrecer com saúde.

Espero que vocês tenham gostado deste guia e que ele possa realmente ajudar a entender um pouco mais da importância do hormônio Testosterona para o corpo humano.