Propionato de Testosterona: o que é, como age e quais são seus efeitos no organismo

propionato de testosteronaO propionato de Testosterona é um derivado da própria Testosterona, que é um hormônio de característica andrógena, mas é produzido naturalmente tanto pelo homem quanto pela mulher, só que em quantidades diferenciadas.

No homem, a Testosterona tem maior presença. Assim, como nas mulheres, a Progesterona é mais concentrada e também pode ser encontrada no corpo masculino, sendo que em menor quantidade. Esses hormônios são o que definem as características de ambos os sexos. No caso a Testosterona nos homens, em específico, é produzida e liberada através dos testículos e isso define alguns atributos másculos como o engrossamento da voz, crescimento de pelos, aumento da força, músculos e potência das ereções.

O propionato de Testosterona, nada mais é que uma variação, realizada em laboratório, para que a Testosterona alcançasse padrões maiores, que não são produzidos pelo corpo humano, isto é, essas substâncias anabolizantes, fazem com que os benefícios da Testosterona sejam aumentadas e potencializadas, dando ao indivíduo que faz o uso, mais força e crescimento expressivo de músculos, além de perda de peso rápida e eficiente.

Se fosse só isso, estava perfeito, pois essa seria uma ótima maneira de ficar musculoso rapidamente e transformar o seu corpo do jeito que você sempre sonhou sem muito esforço, entenda mais no Guia Testosterona. Mas, se fosse saudável, a natureza fazia isso sozinha e não equilibraria os índices de Testosterona no corpo para que não houvesse nenhum problema de saúde.

Como o propionato de Testosterona pode fazer mal à saúde:

Se você for fazer uma pesquisa rápida na internet, você vai ver os níveis de Testosterona devem estar em equilíbrio no corpo, pois do contrário eles vão provocar algum tipo de efeito.

Testosterona em baixa:

Vai provocar uma série de problemas como osteoporose, baixa na libido, perda de massa magra, aumento de tecido adiposo, propensão à disfunção erétil, ejaculação precoce, câncer de próstata, entre outros malefícios.

Testosterona em alta:

vai provocar agressividade e em formas sintéticas podem causar os seguintes efeitos colaterais como ginecomastia, acnes, câncer, aumento da pressão arterial, atrofia dos testículos, vômitos, enjoos, doenças hepáticas, entre outras.

E é neste caso que o propionato de Testosterona se enquadra, logo com os níveis de Testosterona aumentados no corpo, há grandes chances dessa substância desenvolver algum desses efeitos colaterais, senão todos.

Uma outra desvantagem é que como se trata de uma substância sintética e por isso não é fabricada de forma natural pelo corpo, seu tempo de duração é baixo, entre 1 ou 2 dias, se fazendo necessária a aplicação desse anabolizante várias vezes ao dia para que os resultados permaneçam e sejam melhores, ou seja, aumentando drasticamente as possibilidades dos efeitos negativos ocorrerem.

Portanto, quem estiver procurando uma nova alternativa de aumentar os músculos, pense bem se vale a pena usar anabolizantes, como o Nebido, por exemplo, já que existem, hoje em dia, várias outras formas de adquirir massa muscular magra, como os suplementos naturais. Antes, de começar a fazer uso, saiba que os anabolizantes foram criados para reparar uma deficiência hormonal nas pessoas e por isso, seu uso só pode ser feito por meio de receitas prescritas por médicos. Qualquer outra forma de comercializar essas substâncias são ilegais e podem causar risco de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *